Projecto Xcopter – Escolha das baterias


Uma das coisas que tornou possível a existência prática de multicopters foi a evolução na tecnologia das baterias, nomeadamente as baterias LiPo (lithium-ion polymer battery). São leves, têm muito boa capacidade e não são demasiado caras para a capacidade. Têm alguns senãos que falo mais em baixo.

A escolha das baterias deu algum trabalho no sentido em que tive de aprender alguns conceitos novos sobre as baterias LiPo. Começa pelo facto de não ser usual referir-se à tensão que disponibilizam mas sim pelo número de células constituintes. Sendo assim, e tendo em conta que cada célula produz 3.7 V, para o meu Xcopter vou usar baterias LiPo 3S que corresponde a 11,1 V, ou seja, 3 células em série. Depois também temos a indicação de quantas células em paralelo existem na bateria, essa distinção é feita com a indicação 1P que são as que vou usar.

Uma outra indicação importante é a capacidade de descarga e é representado por, no caso das minhas baterias, 30C. Traduzindo isto para valores, tendo em conta que a bateria é de 2800 mAh, temos 2.8 A x 30C = 84 A. A bateria, se necessário, consegue dar continuamente 84 A de corrente aos motores antes de chegar ao valor limite inferior de carga. Teoricamente, tendo em conta os 4 motores na potência máxima (4 x 17 A = 68 A), os 30C que a bateria consegue dar são mais que suficientes para alimentar os motores na potência máxima durante alguns minutos: (2.8 Ah / 68 A) x 60 = 2,47 min.

Esta tecnologia de baterias tem associado o problema de poderem facilmente pegar fogo se não forem tomadas as devidas precauções como o controlo e o equilíbrio de carga das várias células. A carga deve ser feita com um carregador próprio e monitorizada presencialmente, de preferência ser carregada num local sem objectos que possam pegar fogo. São vendidos envelopes próprios para guardar e efectuar a carga sem correr riscos desnecessários.

Para evitar problemas com as baterias é conveniente comprar um carregador que faça também o equilíbrio das células e um alarme para indicar em vôo quando as baterias estão a ficar fracas. Falta dizer que as baterias que comprei são LiPo 2800 mAh 3S1P 30C compradas no site HobbyKing.

Etiquetas: , ,

2 Respostas to “Projecto Xcopter – Escolha das baterias”

  1. farracha Says:

    Fosgasse! Essas baterias são manhosas. Tem muitos contras!!! Só ~2.8min de vôo? Isso não é pouco? Quanto tempo é que demora a carregar para voltares a brincar!?

    Os xcopters manipulados por IPads e afins, têm duração de quanto tempo?

    No total o teu equipamento (bat, motor, etc), parece-me que vai ficar bastante pesado.

  2. sismeiro Says:

    É preciso ter cuidado com as baterias sempre, seja da tecnologia que forem. E digo mais, muitos telemóveis têm baterias destas, às vezes há umas que explodem na cara.

    Se não fosse este tipo de baterias não havia multicopters por isso, os prós ainda são maiores que os contras.

    Os ~2.8 mim de vôo é na potência máxima do motor que raramente acontece, a minha expectativa e que dê para uns 6 a 8 min. O tempo de carga depende de quanta corrente mandas para dentro da bateria mas não vale abusar por causa dos perigos.

    Não faço a minima quanto duram os outros xcopters controlados por iPhone mas não creio que seja assim muito tempo.

    Quando estiver montado acho que não vai passar do 1,5 kg. Da estimativa que fiz com os pesos das coisas deve andar à volta do 1.1 kg e espero que dê para levar uns 600 gramas de carga adicional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: